quinta-feira, 27 de novembro de 2014

CARL JUTZ

CARL JUTZ - O galinheiro - Óleo sobre madeira - 17,2 x 22,9

Somente domínio técnico e paciência podem permitir que trabalhos de pequenas dimensões venham atingir um alto nível de qualidade, em qualquer que seja a técnica e o estilo empregados para concluir a obra. As pequenas dimensões de quase todos os trabalhos realizados por Carl Jutz confirmam que ele não era apenas um exímio pintor, que manipulava muito bem pincéis de pequenas dimensões, mas que também era um exímio observador. De nada adianta ser um pintor que domina todas as técnicas e efeitos se ele não for um bom observador, se não souber tirar um tempo para estudos e para a melhor composição da obra que irá realizar.

CARL JUTZ - O galinheiro - Detalhe 1

Na obra Galinheiro, Carl Jutz confirma todos os atributos de bom técnico e excelente observador. Na aparente distribuição aleatória das figuras, há todo um cuidado para o direcionamento de nosso olhar, realçados pela distribuição precisa dos coloridos e colocação correta dos tons, semitons e luzes. Isso é um fato a se destacar, pois grande parte dos artistas do final do século XIX, que realizava obras com animais, fazia estudos isolados dos mesmos e, às vezes, as obras executadas em conjunto dessas figuras careciam de uniformidade.

CARL JUTZ - O galinheiro - Detalhe 2

Como as dimensões eram reduzidas e o nível de detalhamento muito alto, muitos artistas daquele período faziam uso de lentes de aumento para a correta posição das pinceladas. Nesse trabalho e em vários outros do mesmo período, Jutz já havia alcançado um grande domínio no que se refere à anatomia dos animais, bem como em certas posturas e movimentos. Ele consegue identificar idades diferentes em membros da mesma espécie. Resultado de várias horas de observação. Atente para o olhar protetor da galinha com seus filhotes, bem como a posição dominante e imponente do galo.
Relatos afirmam que Jutz possuía um galinheiro nos fundos de sua residência e passava horas observando o comportamento e a anatomia dos animais de lá. Quando ia para o estúdio, também usava animais de pelúcia para fazer estudos de composição e rápidas captações de volumes.

CARL JUTZ - A grande família
Óleo sobre painel - 12,7 x 16,3 - 1916

CARL JUTZ - Patos em um canal
Óleo sobre painel - 13,5 x 17 - 1899


Carl Jutz nasceu em Windschlag, perto de Offenburg, Alemanha, em 1838, e se tornou um expressivo pintor da vida animal. Ele estudou no estúdio de A. Knipp de 1853 a 1859. Com a morte de seu mestre, tentou uma entrada na Academia de Munique, mas foi recusado. À partir daí, continuou seus estudos e pesquisas de maneira autodidata e obteve grande prestígio com a temática para a qual dedicou toda a sua carreira. Nos últimos anos de sua vida, foi aceito para o clube de arte Malkasten. Jutz faleceu em Pfaffendorf, perto de Coblenz, no ano de 1916.

CARL JUTZ - Família de patos num córrego - Óleo sobre painel - 32 x 40 - 1878

CARL JUTZ - Moradores do quintal - Óleo sobre tela - 37,5 x 48 - 1882